Artigos

Setembro Amarelo: Famosos que perderam a luta

Existe um consenso entre os veículos midiáticos de não publicar casos de suicídios. O objetivo é evitar que mais pessoas acabem por cometerem o auto-extermínio “encorajados” por histórias de outras pessoas que tiveram a atitude de concluir algo que muitos começam em suas mentes: a idéia que colocar um fim na vida vai acabar com o sofrimento.

Por um lado, não falar sobre casos de pessoas que cometeram o suicídio realmente mantem as estatísticas mais baixas – sempre que um famoso tira sua própria vida p número de suicídios aumenta. Mas existe um lado negativo nesta história toda que é o efeito que acaba mascarando as reais estatísticas sobre o suicídio. Existe muito mais casos do que imaginamos.

Este post é para apresentar alguns famosos que travaram verdadeiras batalhas contra as drogas, a depressão e um contínuo sentimento de “vazio” mesmo com suas brilhantes carreiras. O objetivo é chamar a atenção para o fato de que não importa como a vida de uma pessoa pareça estar… todos nós temos nossas falhas e nossos sofrimentos e precisamos pedir ajuda!

Kurt Cobai

Um dos casos mais chocantes de famosos que se suicidaram é o de Kurt Cobain (1967 – 1994), líder da banda de rock Nirvana que cometeu suicídio com um tiro na cabeça em 5 de abril de 1994, quando tinha apenas 27 anos. O relatório do Departamento de Polícia de Seattle declarou que Kurt Cobain foi encontrado com uma espingarda ao lado do seu corpo, que ele tinha um ferimento vísivel na cabeça e que havia uma nota de suicídio descoberta próxima a ele. O músico sofria depressão profunda e era usuário assíduo de drogas pesadas, entre elas a heroína.

Marilyn Monroe

Ícone das décadas de 50 e 60, a artista Marilyn Monroe  (1926 – 1962) morreu aos 36 anos após uma overdose de barbitúricos, um composto químico do ácido barbitúrico. A morte de Marilyn causou muitas dúvidas, porém, o departamento médico-legal de Los Angeles declarou que o óbito como um “provável suicídio”. A artista sofria de depressão.

Alexander McQueen

O estilista Alexander McQueen (1969 – 2010) suicidou-se em 2010, aos 40 anos, um dia antes do funeral da morte da sua mãe. O inquérito sobre sua morte concluiu que ele cometeu suicídio depois de consumir cocaína, tranquilizantes e pílulas para dormir. A autópsia também indicou morte por asfixia e enforcamento. McQueen tinha um histórico de depressão, ansiedade e insônia e havia tentado se suicidar anteriormente.

Robin Williams

O ator Robin Williams (1951 – 2014) foi encontrado morto em sua casa em Tiburon, na área da Baía de San Francisco em agosto de 2014. A morte do ator de 63 anos foi considerada oficialmente pelas autoridades do Condado de Marin como asfixia por enforcamento. A necrópsia também não encontrou drogas ilegais ou álcool no corpo do ator. Em entrevistas, sua esposa Susan Schneider, disse que o ator lutava contra ansiedade e depressão, estava nos estágios iniciais doença de Parkinson, mas não cometeu suicídio por causa da depressão, mas sim por causa da Demência com corpos de Lewy (DCL).

Lucy Gordon

A atriz britânica Lucy Gordon (1980 – 2009) foi encontrada morta em seu apartamento dois dias antes de completar 29 anos. Antes de cometer o seu próprio enforcamento, Lucy deixou uma carta escrita à mão sobre como queria dividir seu patrimônio e pediu que US$ 10 mil (R$ 17,7 mil) fossem colocados em um fundo de confiança “para cuidar financeiramente de minha cadela Meelon para o fim de seus dias”.  A atriz  ficou conhecida por sua participação em filmes como “Honra e coragem – As quatro plumas” (2002), “Bonecas russas” (2005) e “Homem-aranha 3” (2007).

Anna Nicole Smith

Uma das mais famosas coelhinhas da revista masculina Playboy , Anna Nicole Smith (1967 – 2007) foi encontrada morta aos 39 anos. O relatório oficial afirma que a sua morte não foi considerada homicídio, suicídio ou de causas naturais, porém,  sua morte foi determinada como overdose acidental de drogas sedativas.

Chris Cornell

Chris Cornell foi encontrado morto no chão do banheiro de um quarto de hotel, na cidade de  Detroit , logo após um show com o Soundgarden. O relatório médico da morte de Chris afirma que o cantor se enforcou com um cinto, ou seja, suicídio por enforcamento.

Chester Bennington

O vocalista da banda Linkin Park Chester Bennington (1976 – 2017) foi encontrado morto em sua casa em Los Angeles, EUA. A polícia afirmou que a morte de Chester, 41 anos, foi causada por enforcamento e que uma garrafa de álcool pela metade também foi encontrada perto do cantor, que não apresentava sinais de abuso de drogas.

Mark Salling

O ator Mark Salling (1982 – 2018) foi encontrado morto em um rio em Los Angeles, próxima a sua casa. Segundo publicação do legista Ed Winter, a causa da morte de Salling foi comprovada por autópsia: asfixia por enforcamento. Mark, 35 anos, já havia tentado tirar a própria vida cortando os pulsos, mas teria se apavorado e gritou por um amigo (com quem dividia o apartamento), que descobriu o ator sangrando e chamou os paramédicos. Desde 2013, o ator da série americana “Glee”, estava envolvido em casos de agressão e pornografia infantil.

Cory Monteith

Outro ator que entra na lista de famosos que suicidaram é Cory Monteith (1982 – 2013), também da série “Glee”.  O ator de 31 anos foi encontrado morto em um quarto de hotel, onde os socorristas encontraram resíduos de drogras, uma  agulha hipodérmica usada e duas garrafas de champagne vazias. O ator tinha um histórico de uso de drogas ilícitas, passou períodos na reabilitação e só conseguia ficar sóbria na presença da namorada Lea Michele, que vive a personagem Rachel Berry no mesmo seriado e dos amigos. O relatório final da sua morte foi “a mistura de drogas, envolvendo o uso intravenoso de heroína combinada a ingestão de álcool”.

Você não está sozinho. Entre em contato para uma consulta gratuita: [email protected] | (31) 99587-7574

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *