Pare de fumar com hipnose

Posted on Posted in Geral, Informação

Este post foi escrito no dia 19 de agosto de 2015 e foi agendado. Se ele está indo ao ar é porque estou há 1 mês sem fumar. Através da Hipnose Condicionativa…

Quit-Smoking-Cigarettes

Um depoimento muito sincero, mesmo que não pareça.

Meu nome é Thiago de Paula. Sou hipnoterapeuta formado pelo Instituto Brasileiro de Hipnologia na técnica de Hipnose Condicionativa. Sim…sou também administrador deste site aqui: www.ohipnotista.com.br.

O depoimento que vou dar abaixo pode parecer tendencioso, mas independente de credibilidade ou não, eu tinha que deixar aqui minha vivência com a hipnose, contar como aconteceu comigo.

Já atendi muitas pessoas que me procuraram para parar de fumar e a grande maioria obteve sucesso relativamente fácil com a hipnose. Mesmo assim eu ainda ficava incomodado por dois motivos:

Primeiro – Eu nunca passei por uma sessão de hipnose para parar de fumar. Já fiz outros tratamentos e sei dar meu depoimento, sei como é, as dificuldades e as facilidades, consigo falar com autoridade de quem já passou pelo processo.

Segundo – Eu era fumante. Adorava cigarro e “enchia a boca” para defender o maravilhoso gosto do tabaco! Quando me perguntavam se eu não achava estranho tratar pessoas com hipnose para pararem de fumar e eu mesmo continuar fumando a resposta era imediata: – Eu não paro porque eu não quero!

Não era verdade. Ou melhor, a única verdade disso tudo é que mesmo com hipnose, só muda quem quer, se não, nem adianta tentar. Mas todo o resto era mentira. Eu tinha medo de tentar e não conseguir, tinha um pensamento que deve ser o de todo viciado, de lá no fundo não conseguir se ver livre do vício, não conseguir se imaginar sem fumar.

O fato é que no dia 19 de agosto de 2015 eu resolvi fazer uma sessão de Hipnose Condicionativa – com minha querida amiga e colega de trabalho, Luzia Queiroga – para parar de fumar. Confesso que em grande parte, não para realmente parar, mas para saber como é, o que se sente e como são os dias que se seguem à sessão. Fiz isso muito para poder explicar melhor aos meus pacientes de fato como é o processo. O que eu vou dizer aqui é a minha real experiência – como hipnoterapeuta e como ex-fumante – de como a Hipnose Condicionativa pode de fato transformar a sua vida. Falo desta técnica específica (Condicionativa) porque foi a que eu estudei, a que eu uso nos meus atendimentos e a técnica que foi realizada em mim.

A minha sessão foi realizada depois do almoço, por volta das 14h00. Logo que sai do relaxamento profundo não senti nenhuma vontade de fumar, mas isso é normal. O problema seria as horas seguintes, os dias seguintes, as semanas seguintes, quando não estivesse mais anestesiado pelo relaxamento e pelo transe.

puchoNo mesmo dia, à noite, fui para um bar em Belo Horizonte, cidade onde moro, e fui tocar (também sou músico). Só de pensar em estar em um bar tocando e bebendo e sem poder fumar já entrei em desespero. Confesso que este primeiro dia foi bem difícil. Tive que ter muita força de vontade para não fumar e comecei a duvidar da real ajuda da hipnose. Pensei: – Se é tão difícil assim resistir, não faria diferença ter passado pela hipnose, era só ter força de vontade como estou tendo agora.

Venci este primeiro dia. Dormi super mal, um sono tumultuado, cheio de sonhos estranhos, acordando durante a noite, inquieto, tudo isso muito incomum para mim que costumo dormir muito bem durante a noite toda. No segundo dia foi onde minhas surpresas começaram. Achei que seria difícil continuar lutando, mas naturalmente a vontade foi passando. As poucas vezes que pensava em fumar era só beber água e seguir outras orientações da minha amiga Luzia que tudo ia passando.

Com o passar dos dias e das semanas fui percebendo que a hipnose realmente ajuda, e muito, quando realmente queremos mudar de vida. Vi que realmente os comandos dados pelo hipnoterapeuta são assimilados por nossas mentes durante as primeiras noites de sono, talvez por isso eu tive muita dificuldade no primeiro dia e dormi mal na noite que se seguiu, mas depois fui gradativamente e naturalmente voltando a ter sonos profundos e tranquilos e a esquecer o cigarro.

Acreditem, este depoimento é muito sincero e não estou aqui apenas “vendendo o meu peixe”. Estou como um ex-fumante, muito feliz por ter largado o vício depois de já ter tentado várias vezes por outros métodos: goma de mascar, adesivo de nicotina, chás milagrosos, cigarro elétrico, etc.

Só quero que todos saibam como é mais fácil vencer com o auxilio da hipnose. Pesquisem, conheçam melhor esta ferramenta que pode ajudar tanto a transformar nossas vidas!

Thiago de Paula
O hipnotista – Hipnoterapeuta Condicionativo e ex-fumante!

23 thoughts on “Pare de fumar com hipnose

  1. Comecei a fumar quando tinha 18 anos, hoje estou com 57 e meu maior sonho é deixar de fumar, não sei se vou ter condicões financeiras pra isso por isso gostaria de mais detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *