Hipnose e Religião

Posted on Posted in Artigos

religioesAntes de mais nada, deixamos claro que a intenção com este post não é defender ou criticar nenhuma religião, apenas discutir sobre a hipnose utilizada – de forma consciente e/ou inconsciente – em rituais religiosos de forma geral.

Nos últimos dias vimos algumas matérias interessantes tratando a hipnose e suas aplicações em contextos religiosos. Duas em especial, chamaram nossa atenção e resolvemos escrever este post com nossa visão de tudo isso.

A primeira matéria é o programa “Evangeliza Show” do Padre Reginaldo Manzotti do dia 28/02/2016. Manzotti recebeu dois convidados para falar sobre hipnose e como esta ferramenta poderia ser utilizada para ajudar pessoas. Os convidados eram o parapsicólogo Vilson Stolz e o padre e hipnotista Oscar Clemente.

Os trechos em que o assunto hipnose é tratado estão editados e apresentados no vídeo abaixo:

Durante o programa foi apresentado importantes conceitos sobre hipnose e principalmente sua aplicação clínica para realmente transformar vidas. E o que mais nos deixa felizes é que religiosos renomados e com grande capacidade de formar opinião estão tratando este assunto como algo aceito pela igreja católica e defendido como mais uma forma de cura.

Se inicialmente a hipnose era vista como uma forma “alternativa” de tratamento e frequentemente associada à religião, ao vemos um programa católico tratando o tema abertamente da forma como foi feita, percebemos que aos poucos os conceitos equivocados sobre esta técnica tão poderosa começa a serem desfeitos e os resultados positivos – e inquestionáveis – da hipnose vão aos poucos sendo considerados e ao mesmo tempo difundidos.

Fica claro no vídeo mostrado acima que como ferramenta de cura a hipnose é aceita pela igreja e usada por padres para ajudar aos fieis a terem mais qualidade de vida. E desta forma nos do Ohipnotista aprovamos o uso de hipnose, pois independente de religião e crenças, os resultados de uma sessão de hipnose clínica são poderosos, rápidos e duradouros e devem ser experimentados por todos!

No entanto existe um outro lado da utilização da hipnose em contextos religiosos que já não vimos com bons olhos: a utilização de técnicas de hipnose para convencer pessoas de milagres realizados por pessoas comuns.

Nossa intenção não é tratar das estruturas dos cultos religiosos. Se formos avaliar tais cultos – em qualquer religião – percebemos elementos em comum em todos eles e que são claramente elementos da hipnose. São ferramentas que utilizamos na hipnose para levar ao transe, abaixar o senso crítico, influenciar pessoas. Algumas religiões usam isso de forma inconsciente, outras usam para a manipulação, mas seus elementos estão invariavelmente presentes em todos os tipos de cultos.

Caso tenha interesse em saber mais sobre este assunto sugerimos o vídeo abaixo do nosso amigo Alberto Rezende.

Vamos discutir e mostrar aqui algo ainda mais perigoso que é o uso de hipnose indiscriminadamente para criar uma impressão mentirosa de intercessão divina, curas milagrosas ou até mesmo possessões mentirosas.

Sem entrar no mérito de ser verdade ou não as curas e possessões demoníacas, queremos apenas alertar a todos para que tenham conhecimento e saibam como identificar a utilização intencional de hipnose para simular tais fenômenos. Para entender melhor o que se segue, aconselhamos que vejam o vídeo do Alberto – Hipnose e as religiões – onde são explicados cada elemento da hipnose em cultos.

1- Sugestão – Se o pastor, padre ou quem quer que esteja no “comando” do ritual religioso em questão começar a dar comandos de sugestão para os fieis buscando alguma resposta física isto é hipnose. Por exemplo sugestionar que os dedos de alguém estão colados, que as pessoas que tiverem fé vão cair ao chão, se a mão de alguém vai ficar colada na bíblia ou qualquer comando ou sugestão neste sentido.

2- Mão na testa – Tocar na testa da outra pessoa e fazer com que ela caia se contorcendo é uma técnica hipnótica que se chama “Toque de Charcot”.

3- Comando hipnótico – Uma pessoa em transe aceita comandos do hipnotista como verdade absoluta. Se algum líder religioso disser para um fiel em transe que ele vai parar de fumar, ou que está possuído, ou ainda que diga ou faça algo ele vai imediatamente realizar o comando.

Que fique claro: nossa intenção não é afirmar que tais fenômenos não existam. Queremos somente mostrar como identificar charlatões que utilizam a hipnose para enganar, para arrecadar seguidores e ganhar dinheiro utilizando de forma errada a fé das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *